Diretor revela detalhes da trama de Damnation em entrevista


Em entrevista exclusiva cedida ao site Shock Till You Drop , Makoto Kamiya, o diretor de Resident Evil: Damnation, contou alguns novos detalhes sobre a história do filme.
Em “Damnation”, Leon S. Kennedy é enviado a um país do Leste Europeu que está em guerra civil a muitos anos. A escolha do agente para a missão acontece devido à suspeita de que armas biológicas estejam sendo usadas no conflito.
No local, ele deve encotrar um agente da CIA que passará informações sobre o incidente. Devido a razões políticas não esclarecidas, o governo dos Estados Unidos ordena que Leon e outros agentes se retirem do país.

Leon decide desobedecer às ordens do governo e permanece no local para descobrir mais informações sobre o incidente. Durante o encontro com o agente da CIA, ele é atacado por um Licker e, durante uma explosão, acaba ficando inconsciente. Enquanto o agente perde a consciência, ele vê um homem idoso que tem a capacidade de controlar Lickers e que pode estar causando o atque.

Kamiya disse que sempre quis que Ada Wong estivesse no longa e trabalha na inserção dela na história desde os primeiros rascunhos do roteiro. Com a notícia de que a personagem também estaria em Resident Evil 6, o diretor tentou trabalhá-la de forma a não criar conflitos entre os filmes e os jogos. Em RE: Damnation, a espiã faz parte da B.S.A.A, a organização que combate o bioterrorismo pelo mundo.

De acordo com o diretor, a primeira parte do filme trará zumbis mais no estilo dos Ganados, de Resident Evil 4. O longa ainda contará com mais elementos de terror que seu predecessor, RE: Degeneração. Para Kamiya, o fato de a história se passar na Europa Oriental permitiu a inserção de ambientes escuros e misteriosos.

via : Revil

0 Comentários: